Monthly Archives: June 2014

Evolução

Muito se discute sobre o processo da evolução humana, e não poderia ser para menos. Estamos conhecendo e desvendando o cérebro e a máquina humana, de forma cada vez mais interessante.

O psiquiatra suíço Carl G. Jung (1875/1961), fala-nos de marcas antigas (arquétipos).  Do ponto da psicologia profunda, nós herdamos as experiências das gerações passadas e também das vivências atuais.

Estas marcas ou arquétipos, estão de tal forma embutidas em nós, que muitas vezes, agimos de maneira inconsciente. Seguindo a tradição de Freud (1856/1939), Jung estabeleceu que nós temos além do inconsciente individual, o coletivo, no qual estão arquivadas as experiências multimilenares do nosso processo antropológico e, naturalmente, as heranças sociológicas do meio ambiente.

Freud afirmou que o nosso inconsciente pode ser comparado a um iceberg, onde 5%, isso mesmo, cinco por cento, faz parte da nossa consciência, e noventa e cinco por cento, da nossa inconsciência.

Dessa forma,  equivale dizer que nós parecemos autômatos, repetindo muitas vezes, sem sabermos porque. Vale lembrar que o sistema nervoso autônomo,  é caracterizado por essas manifestações inconscientes.  A respiração, a nutrição, a circulação do sangue, os movimentos peristálticos (relaxamento e contração dos músculos ).

Logo, em nossa em nossa área psicológica, NÓS REAGIMOS, QUANDO DEVERÍAMOS AGIR!!!

REAGIMOS, porque o trânsito do psiquismo pela fase animal, foi de vários milhões de anos e na humanidade, temos 60.000 anos, particularmente 10.000 anos, na área da razão.

Evolucao 1

O biólogo americano Dr. Paul Mclean (1913/2007), fazendo uma análise da nossa evolução cerebral, definiu que o nosso cérebro é tri uno: três  cérebros superpostos, trabalhando da seguinte maneira:

Evolucao 2

 

Resumindo, temos:

Cérebro primitivo ou reptiliano

Encontrava-se quando os batráquios saíram das aguas e surgiram os primeiros répteis. Esse primeiro cérebro é encarregado fisiologicamente dos movimentos da autopreservação (comer, dormir, fazer sexo), agressão, territoriedade .

Cérebro intermediário – Sistema límbico

Todos os animais tem essa segunda camada, que já é mais nobre, de funções mais elevadas: os sentimentos, as sensações, abrindo espaço para a verbalização, o raciocínio, até que o psiquismo impôs a necessidade que o corpo traduzisse  a essência.

É com o processo evolutivo que a forma vai se sutilizando, o princípio inteligente atingindo a condição de Espírito, gradativa e naturalmente vai promovendo essa influência, através do aperfeiçoamento do seu períspirito ou modelo organizador biológico.

Cérebro racional – Neocortex

Essa camada superior de funções mais elevadas , atinge inclusive a paranormalidade. Nesse momento  a vida já está impondo  não mais o cérebro, mas a dilatação das funções profundas, centradas essas funções na glândula pineal, para podermos ser pessoas mais intuitivas.

A riqueza do conhecimento nos surpreende  cada vez mais e o cérebro, esse até bem pouco tempo desconhecido, fica mais acessível as nossas pesquisas e passamos as medições mais simples até as mais complexas.

Já de algum tempo, podemos entender, como exemplo, um pouco do dispêndio de energia por esse órgão.

Temos então: nosso cérebro tem 22 Watts de potência, tanto quanto uma lâmpada incandescente fraquinha.

Para calcular o consumo de energia no final do mês, é só multiplicar a potência do aparelho pelo número de horas utilizadas. Como o cérebro funciona 24 horas por dia sem interrupção, a conta é simples: 22 Watts * 24 horas * 30 dias = 15.840 Watts/hora, ou 16 kWh (quilowatts/hora).

Dentro dessa medição, vemos que a natureza é extremamente inteligente e ao mesmo tempo econômica.  De que forma?

A região não utilizada, tem a sua energia transferida para a região ou regiões de maior utilização. Como exemplo dessa condição, temos o chamado cérebro dorminhoco. Pessoas existem que dizem pegar um livro e iniciando a leitura, dormem em seguida.

Erroneamente, alguns atribuem essa condição relacionada à algum tipo de processo obsessivo, principalmente se o livro for Espírita ou de natureza espiritualista, onde a pessoa estaria sendo impedida da leitura para não se esclarecer. Essa ação perniciosa ocorreria por influência direta do obsessor em ação hipnótica que pode ser à distância.

Longe disso acontecer, o que realmente ocorre, é o que relatamos acima: o cérebro economizando  energia.

A falta de hábito da leitura, deixa a área não utilizada desenergizada,  e com isso, o sono aparece.

O que fazer?

Como tudo na vida, não existem situações miraculosas, e as conquistas se dão por exercício. O cérebro também é um órgão que necessita de atividade constante e fora da rotina.

A insistência na leitura, por exemplo, irá aos poucos fazendo que a região responsável por essa atuação em relação ao estar desperto e atento, ser energizada. Mas outros exercícios também são muito ricos em relação a nos mantermos sempre em forma, em relação específica ao nosso cérebro.

Alguns exemplos simples:

1) Mudar roteiros.

2) Aprender outra língua.

3) Dar alguns passos para trás.

4) Fazer movimentos diferentes   dos rotineiros.

5) Estudar.

Diante de toda a nossa evolução, dia virá que nos conheceremos tanto e tão profundamente, que desenvolveremos não só a inteligência mas também e principalmente a moral, baseada no Evangelho de Jesus, e a verbalização cederá lugar ao intercâmbio psíquico, até porque, como já dissemos,  estamos evoluindo, e essa  não é a nossa forma definitiva, sendo ainda, uma forma experimental.

A pergunta que se faz, é a seguinte: como aproveitar todo esse conhecimento, para nos melhorarmos?

O maravilhoso é não desistir, para podermos criar uma nova condição em nosso sistema límbico, criarmos o automatismo do AMOR, por isso que dissemos, que AMAR é o resultado de exercício.

E como podemos nos exercitar?

Buscando o Mestre Jesus!

Até porque  Jesus não é uma personagem do passado e sim, do presente.Não é mais o crucificado. É atuante em nossas vidas, desde que nós queiramos.

E nossas ações dizem tudo. Podemos manifestar Jesus em nossas atitudes diárias, ou não.

Na alegria, no despertar do amor, na caridade; encontramos Jesus.

Pela dor, nós já conhecemos Jesus.  Pelo amor, é a educação e prática do Evangelho.

Só assim, alcançaremos a evolução completa. As duas asas do Espírito, que se resumem em saber e amar na mesma intensidade.

Umberto Fabbri

 

 

Share
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

The Angel of Mercy

From the book “On the pathways of Jesus” by Divaldo Pereira Franco/Amelia Rodrigues

In tragic and stormy afternoon at Calvary, when Jesus was failing, there was an unexpected event. In the final moments of the horrendous spectacle, three celestial figures came reverent to the wood of the agony.

One of the celestial figures, a young woman said: “Lord, I come to offer you the assurance of my failure. I followed your steps everywhere, I cheered up, stimulate feelings to reason and called servers for the work of the Fellowship. And I was with you when you were denied by Simon Peter. Disillusioned of people, I come to beg permission to leave in the direction of heaven.

You know, I’m the Faith

Jesus looked at her wordlessly.

The second entity approached him and said:  I lived all your instructions, and try to change the moral of those who followed you. I saw many who complained, others on the edge of madness and despair, but thanks to your liberating word they expected better days, everywhere I found new service opportunities seized. In spite of this, followed Judas and try summon to lucidity, repented as the betrayal was committed. Perceiving his unhappy thoughts telling him tenderly wrapped it in there is always an opportunity for which you want to regenerate ….

Since I failed among creatures come to ask permission to leave Earth, esp as you remembered am hope.

The third visitor approached and exposed, there where you look tenderness and love I offer, I provide accommodation and service. Through your hands, mouths opened without melody to the music of the word, never hesitate to help generate sympathy, sustain and motivate Faith Hope. The hungry crowds, through me and under your orders, received loaves and fishes. Still, due to the neglect to which all you have overlooked and witnessing the mistreatment they suffer at the hands cold and immoral, without compassion, I ask you to let me leave this world in the direction of the stars. Well remember, I am Charity.

Amid the heavy silence, the Master pray: Lord Forgive them they know not what they do. Suddenly a splendid beauty be excited but respectful approached and said, I am the Angel of Mercy, sent by the Father who attends your order. Say what you want sir me and I will. To this Jesus replied: Stood in the world, bringing you the Faith, Hope and Charity, in my Nameto that men know me or not, can feel relieved their pains and sorrows, avoiding the misfortunes as possible under the canopy of my love. Remaining without fatigue or discouragement to the consummation of the world, as lights which indicate directions of happiness! At that time the three virtues embraced the Angel of Mercy and left for the work assigned. At that time Jesus said, Father, into your hands I commit my spirit. All this accomplished.

From that hour when the pain reached its maximum intensity when the blindness blind millions of lives when everything seems to destruction, the angel of mercy envelops the creatures leaving the flame of faith that revives, or the beating of the hope that renews and gives courage, or hands sublime charity that supports and releases on behalf of the infinite love of Jesus Christ.

Share
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS